Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

MENU
Logo
Domingo, 19 de setembro de 2021
Publicidade
Publicidade

Coluna

O Congresso Nacional sabota o Brasil

matérias sabotadas

103
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Congresso Nacional, principalmente o Senado, demonstra que vai criar problemas para a aprovação (ou seja, tende a reprovar) as reformas propostas pelo Governo Federal, principalmente no campo econômico. A derrota imposta à minirreforma trabalhista foi a prova clara de que, no Senado, existe o risco de outras matérias acabarem sabotadas, como o remendo (ops, reforma) do Imposto de Renda aprovado pela Câmara dos Deputados. O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Otto Alencar, inimigo declarado de Jair Bolsonaro, já advertiu que nada proposto por Paulo Guedes e equipe será aprovado até o fim da gestão do atual Presidente da República.

 

Na prática, por 47 a 27, o Senado virou as costas para milhões de brasileiros e rejeitou o projeto que criaria novos programas trabalhistas e protegeria o emprego durante a pandemia. Ontem, também, por apenas um voto de diferença (36 a 35), o governo quase não consegue aprovar uma medida provisória que flexibiliza regras para licitações e compras de toda a administração pública. Já a proposta do Imposto de Renda, que passou do jeito que foi possível na Câmara, corre o risco de ser colocada de lado no Senado. A retórica de alguns senadores prega que “é necessária uma ampla mudança no sistema tributário no País”. Pura narrativa, pois o que a maioria não deseja é aprovar medidas que beneficiem o governo federal e rendam benefícios eleitorais em 2022.

 

Fato concreto: Na ação mesquinha para tentar ferrar Jair Bolsonaro, o presidente do Senado assassinou empregos e fulminou, no presente, o futuro de milhões de jovens. Isso é crime de lesa-pátria cometido por um advogado (bi) milionário que comanda o Congresso Nacional.

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, fez três postagens no Twitter com crítica clara e direta ao Senado e ao seu presidente, Rodrigo Pacheco. Lira detonou: “Hoje, 3 milhões de jovens continuarão a dormir desempregados. Foram vencidos por instituições que supostamente deveriam defender o trabalho para todos. A Câmara tem exercido uma gestão firme a favor de medidas que estimulam a economia e apoiam a saúde e o cuidado para todos os brasileiro s”. E acrescentou: “A MP 1045 facilitava a geração de empregos e a inclusão de jovens no mercado de trabalho. O Sistema S tem um valor inestimável para o Brasil e para a capacitação da mão de obra. Mas eles não toparam abrir mão de um pequeno pedaço de seus recursos para custear o BIP. Todo mundo fez sacrifício na pandemia. O Sistema S não. E, infelizmente, parte do Senado não enxergou”.

 

O empresário Salim Mattar esculhambou a contradição dos senadores: “Senado enterra a MP que poderia gerar empregos (temos 20 milhões de pessoas sem emprego) mas aprova projeto de decreto legislativo que retorna os privilégios suspensos nos planos de saúde dos funcionários das estatais. Beneficia quem está empregado e prejudica os desempregados!”

 

Notícia razoável? O Senador Eduardo Girão consegue assinaturas suficientes para abrir CPI que investigará Estados e Municípios, com o mal uso do repasse de dinheiro federal (recurso público) durante a pandemia. Será que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, vai sabotar a iniciativa? Ou alguém, algum partido ou parlamentar vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal, que poderá dar a “interpretação” previsível de que os governadores e prefeitos só podem ser investigados, respectivamente, pelas Assembleias Legislativas e Câmara de Vereadores?

O plenário da Câmara encerrou ontem a discussão da proposta do novo Código Eleitoral. O deputado-presidente Arthur Lira avisou que o projeto de lei complementar que cria o novo Código Eleitoral brasileiro deve começar a ser votado na próxima quarta-feira (8). Lira também lista outros três projetos que tratam de legislação eleitoral: Projeto que altera regras na divisão das chamadas "sobras eleitorais"; Projeto que retoma a propaganda partidária no rádio e na TV; Projeto que trata de um percentual mínimo de cadeiras para vereadoras e deputadas. As propostas foram aprovadas em julho pelo Senado. Para que as mudanças possam valer para as eleições de 2022, a Câmara e o Senado precisam aprová-las até o início de outubro deste ano.

 


Jorge Serrão: O "capimunismo" inviabiliza o desenvolvimento do Brasil. Precisamos de um Brasil Capitalista de Verdade! Estado Cleptocrático rouba recurso do cidadão-empreendedor.  https://youtu.be/4YZy8YiNCvc

 

 


Vamos para rua defender Liberdade, Estabilidade e Prosperidade no 7 de setembro. Pregamos e praticamos Legalidade, Legitimidade e Ordem Pública. https://youtu.be/Iawt3tLHhAk

 

 


Agronegócio reagindo... Quem tem mais poder? A canetinha injusta ou quem produz para alimentar o Brasil e o mundo?

 

Leia o artigo de Ernesto Caruso: Emprego das Forças Armadas

Pura Mentira - A extrema imprensa "fakenewsista" (quase sempre com narrativa nazista) conseguiu hoje veicular a Notícia Falsa (MENTIRA) sobre a demissão do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A guerra psicológica de comunicação é criminosa no Brasil. Ainda bem que o STF tem a Verdade Absoluta!

 

Abertas as inscrições para a 26ª Edição da JORNADA MAÇÔNICA DO BRASIL. Evento gratuito. Acesse site https://jornadamaconica.com.br/#home

Pintura "Europe, a Prophecy", do Maçom William Blake, nascido no século XVIII e falecido no século XIX, em 1827. Quadro, em Português, se chama "O Eterno".

 

 

 

 

 

 

 

Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://www.amazon.com.br/s?k=A+ULTIMA+MARCHA+DA+MA%C3%87ONARIA&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&ref=nb_sb_noss_2

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter - @alertatotal e Instagram - @jorgeserrao13

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Setembro de 2021.

Fonte/Créditos: https://www.alertatotal.net/2021/09/o-congresso-nacional-sabota-o-brasil.html

Créditos (Imagem de capa): www.alertatotal.net

Comentários: