Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Vereador petista que invadiu igreja, irá ver o Papa

Política

Vereador petista que invadiu igreja, irá ver o Papa

Petista tem encontro marcado com o pontífice em setembro

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Nesta quinta-feira (4), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou, em primeira sessão especial, a cassação do mandato do vereador Renato Freitas (PT). Uma segunda sessão especial para votação em segundo turno deverá ocorrer na manhã desta sexta (5). O petista é acusado de quebra de decoro após invadir a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em fevereiro.

No entanto, o vereador tem encontro marcado com o papa Francisco em setembro, o quê, segundo ele, é uma “coincidência da vida”.

– Por uma coincidência da vida, o convite veio justamente no momento em que estou sendo cassado por entrar na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e clamar pelas vidas negras desvalorizadas – disse Freitas.

O encontro de fato não tem nenhuma relação com seu processo de cassação, pois trata-se de um evento intitulado Economia de Francisco, que reúne economistas e líderes para tratarem de uma “nova visão de economia”.

Freitas chegou a ter o mandato cassado no dia 22 de junho. Porém, em 5 de julho, a desembargadora Maria Aparecida Blanco de Lima, da Justiça do Paraná, assinou uma decisão que determinou o cancelamento da referida cassação.

As principais alegações contra Renato são: perturbação da prática de culto religioso; entrada não autorizada dos manifestantes e realização de ato político no interior da Igreja do Rosário.

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )