Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Internacional

Senador americano Rick Scott apresenta projeto de lei para impedir o perigoso tratado globalista da OMS

'Tratado de pandemia é um perigoso exagero globalista', disse Rick Scott

Senador americano Rick Scott apresenta projeto de lei para impedir o perigoso tratado globalista da OMS
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O senador Rick Scott (R-FL) apresentou na quinta-feira uma medida para impedir o exagero da Organização Mundial da Saúde (OMS), considerando o “tratado pandêmico” proposto como outra instância de “exagero globalista perigoso”.

O presidente do Comitê Nacional Republicano do Senado apresentou  o S.4305 – ou um “projeto de lei para limitar a autoridade da Organização Mundial da Saúde nos Estados Unidos e se opor a emendas à Constituição da OMS que não foram aprovadas pelo Congresso”. Em última análise, o projeto de lei garantiria que a OMS não seria capaz de “impor unilateralmente restrições de saúde pública aos Estados Unidos e violar a soberania nacional da América”, de acordo com o comunicado de imprensa do senador.

A legislação do senador Scott seria:

  • Impedir que qualquer funcionário dos EUA trate como obrigatória qualquer diretiva ou ordem emitida pela Assembleia Mundial da Saúde, a OMS ou seus agentes ou filiais.
  • Exigir que os representantes dos Estados Unidos na OMS se oponham a quaisquer mudanças na carta da OMS, a menos que ambas as Câmaras do Congresso votem para adotar a mudança em uma resolução conjunta.

Scott disse em um comunicado:

O "tratado pandêmico" radical da OMS é um perigoso exagero globalista. Os Estados Unidos da América nunca devem dar mais poder à OMS. A OMS é um fantoche de Xi Jinping, controlado pelo Partido Comunista Chinês, e ajudou Pequim a encobrir as origens do COVID-19.

“Devemos aprovar rapidamente este projeto de lei para garantir que os assuntos de saúde pública no país permaneçam nas mãos dos americanos, não fantoches globalistas trabalhando para a China comunista”, acrescentou. 

O projeto de lei proposto vem logo após a  Assembleia Mundial da Saúde considerar um tratado de pandemia que “daria à OMS tremendos aumentos de poder e financiamento, transferindo grande parte da autoridade para o controle da pandemia dos países membros para a agência da ONU”, como detalhou o Breitbart News. .

Embora seja improvável que seja aprovado, alguns políticos deixaram claro que a OMS não deveria ter essa autoridade.

“Nós na Flórida, não há como apoiarmos essa coisa da OMS… isso não vai acontecer. De jeito nenhum”, disse o governador da Flórida, Ron DeSantis (R), durante uma entrevista coletiva em Cape Coral, Flórida, esta semana.

“Muitas dessas elites defendem políticas muito perniciosas”, acrescentou.

FONTE

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )