Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Internacional

Protesto contra cerceamento de liberdade na Austrália

Polícia australiana tentou impedir que os repórteres cobrissem os protestos da Covid-19 e recuou depois que meios de comunicação reclamaram da atitude

Protesto contra cerceamento de liberdade na Austrália
Global Look Press
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
A polícia de Melbourne recuou parcialmente de uma ordem de manter os helicópteros de notícias fora do céu por causa dos protestos contra medidas restritivas e de passaporte vacinal na Austrália.
 

A polícia disse que os manifestantes estavam rastreando os movimentos dos policiais por meio de feeds de notícias.

A polícia de Victoria inicialmente emitiu uma ordem geral para manter os helicópteros de notícias locais fora do céu sobre o centro da cidade de Melbourne conhecido como CBD, de acordo com o 7 News Melbourne, que informou que estava entrando com um processo legal contra a regra criada pela polícia, na quarta-feira (23),  junto com outros colegas do Canal 9, outra emissora de Melbourne.

A Autoridade de Segurança da Aviação Civil declarou o espaço aéreo acima do centro da cidade de Melbourne como uma 'zona de exclusão aérea' na tarde da quarta-feira, abrangendo três milhas náuticas do distrito. Mas a polícia cedeu após uma onda de protestos da mídia.

Chamando a proibição de filmar de "uma nova tática sem precedentes da polícia", os meios de comunicação ainda podem filmar os protestos, diz a nova regra, mas não podem transmitir as imagens ao vivo, com no mínimo uma hora do filmado.

Para justificar a proibição sem precedentes de filmar os confrontos violentos e massivos entre policiais e manifestantes perto do centro da cidade, a polícia afirmou que os manifestantes estavam assistindo a imagens dos helicópteros do noticiário para obter uma pista de para onde os policiais se moveriam em seguida. 

No entanto, eles não apresentaram nenhuma evidência para apoiar esta afirmação, nem provaram que os manifestantes não estavam usando meios de reconhecimento mais comuns, como aplicativos de mensagens criptografadas ou mesmo chamadas telefônicas, para rastrear o movimento das autoridades.

Uma linha muito importante foi cruzada aqui. A Polícia de Victoria está censurando a mídia de transmissão. Esta é a definição do comportamento do estado policial ”, disse o diretor de políticas do Instituto de Assuntos Públicos, Gideon Rozier, à emissora australiana ABC.

Ditador Dan

A resposta violenta da polícia de Victoria aos protestos contra o bloqueio brutal e prolongado de Melbourne - que viu os habitantes de alguns prédios públicos literalmente presos em seus apartamentos com a polícia patrulhando os corredores - chamou a atenção do mundo. 

Durante um protesto no sábado, a polícia derrubou e espalhou spray de pimenta em uma mulher idosa que se manifestava pacificamente com uma bandeira australiana, e mais recentemente surgiram relatos de que a polícia está visando especificamente fotógrafos de notícias visivelmente credenciados com spray de pimenta e prisões.

Cerca de 235 pessoas foram detidas na última onda de protestos por violação de bloqueio, de acordo com o Daily Mail, que observou que durante os protestos de fim de semana a polícia também barricou o centro da cidade de Melbourne e fechou o transporte público para tentar impedir as pessoas de se reunirem. 

Outros 193 foram multados. Enquanto o premier vitoriano Dan Andrews (apelidado de "ditador Dan" por seus súditos relutantes) tentou difamar todo o movimento anti-lockdown como desequilibrado, violentos hooligans e inimigos da ordem pública, a multidão é formada por australianos médios cujos meios de subsistência foram destruídos por a contínua paralisação econômica que afetou gravemente a economia do país. Os protestos estão apenas ficando maiores, como um vídeo da terça-feira nos mostra.

 

Imagens da polícia disparando balas de borracha contra uma multidão que protestava também foram publicadas nas redes sociais na quarta-feira, chocando muitos dos manifestantes, pois um deles notou que havia crianças presentes. 

 
FONTE/CRÉDITOS: rt.com
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )