Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

MENU
Logo
Domingo, 19 de setembro de 2021
Publicidade
Publicidade

Internacional

Príncipe Andrew: a morte de Philip deixou um 'vazio enorme' na vida da Rainha

“E sinto muito e apoio minha mãe, que provavelmente está sentindo isso mais do que qualquer outra pessoa.”

189
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A morte do Príncipe Philip deixou um "grande vazio" na vida da Rainha Elizabeth II, disse seu filho, o Príncipe Andrew, neste domingo.  Simpatizantes continuaram a deixar tributos florais fora dos portões das residências reais em memória do monarca e esposo.

Andrew, o terceiro dos quatro filhos do casal, frequentou a igreja na Capela Real de Todos os Santos em Windsor junto com outros membros da família real, dois dias depois que Philip, de 99 anos, morreu no Castelo de Windsor.

Andrew disse que sua mãe “descreveu sua morte como tendo deixado um grande vazio em sua vida”.

“Perdemos, quase, o avô da nação”, disse ele. “E sinto muito e apoio minha mãe, que provavelmente está sentindo isso mais do que qualquer outra pessoa.”

Seu irmão mais novo, o príncipe Edward, chamou a morte de Philip de um "choque terrível", mas disse que a rainha de 94 anos estava "resistindo". A esposa de Edward, Sophie, disse que a monarca estava "pensando nos outros antes de si mesma".

Os funcionários do palácio e do governo pediram às pessoas que não comparecessem pessoalmente para prestar suas homenagens por causa das restrições do coronavírus mas centenas de pessoas trouxeram, neste domingo,  bilhetes, cartões e flores aos portões do Castelo de Windsor, localizado a 20 milhas (32 quilômetros) a oeste de Londres, enquanto outros entregaram tributos fora do Palácio de Buckingham, na capital britânica.

Neil Loughton, fundador do Penny Farthing Club, dirigiu sua bicicleta antiga até os portões do palácio para prestar sua homenagem.

“Eu acho que há algumas coisas que são simplesmente importantes e precisam ser feitas. Noventa e nove anos de vida e mais de 70 anos de serviço merecem algum reconhecimento ”, disse.

O funeral de Philip está marcado para 17 de abril no Castelo de Windsor. Apenas 30 pessoas poderão comparecer sob as atuais restrições do coronavírus na Inglaterra, mas a cerimônia está programada para ser transmitido ao vivo pela televisão.

O príncipe Harry, neto de Philip, que se afastou dos deveres reais no ano passado e agora mora na Califórnia, comparecerá ao culto junto com outros membros da família real, disseram funcionários do palácio. Sua esposa, Meghan, duquesa de Sussex, está grávida e foi aconselhada por seu médico a não fazer a viagem.

Os membros da família real disseram que apreciaram a efusão de homenagens e votos de boa sorte de pessoas de toda a Grã-Bretanha e de todo o mundo a Philip, que foi o consorte da rainha e o sustentou por mais de sete décadas de casamento.

O príncipe Eduardo, 57, disse que as homenagens significam muito para a família real.

“Isso só serve para mostrar que ele pode ter sido nosso pai, avô, sogro, mas significava muito para tantas outras pessoas”, disse ele.

Fonte/Créditos: Breitbart

Créditos (Imagem de capa): Ben Stansall /Arquivo

Comentários: