Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Policial

PF desarticula organização criminosa responsável por roubo de caminhão com maconha

Operação Cannabis Furari é decorrência da Operação Acesso Noturno, deflagrada em dezembro de 2021

PF desarticula organização criminosa responsável por roubo de caminhão com maconha
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Com objetivo de combater um grupo criminoso responsável pelo roubo de um caminhão com aproximadamente 1,5 tonelada de maconha, a Polícia Federal (PF) deflagrou na quinta-feira (12) a Operação Cannabis Furari. O roubo aconteceu em novembro do ano passado.

A ação policial desta quinta-feira é derivada da Operação Acesso Soturno, deflagrada em 9 de dezembro de 2021, que apurava o roubo à residência de uma servidora da Justiça Federal de Maringá, no Paraná.

Durante as investigações, os policiais descobriram que os autores do roubo à residência eram os mesmos do roubo do caminhão com maconha. Esta foi a segunda Operação decorrente da Acesso Soturno. Em 3/5/2022, foi deflagrada a Operação Século, em que o grupo criminoso eram responsáveis também por outro roubo de caminhão, mas com uma carga de cigarros de origem estrangeira.  

Os policiais federais estão cumprindo 23 mandados judiciais expedidos pela 4ª Vara Criminal de Maringá, sendo dez de busca e apreensão e 13 de prisão preventiva, nas cidades de Maringá, Umuarama, Sarandi e Londrina. Os investigados poderão responder pelos crimes de roubo agravado, tráfico de drogas, organização criminosa, furto e adulteração veicular. Esses crimes possuem penas máximas que, somadas, podem chegar a 45 anos de prisão.

BALANÇO DA OPERAÇÃO

- 7 mandados de busca e apreensão cumpridos, sendo: 1 em Umuarama; 1 em Londrina; e 5 em Maringá.

- 8 mandados de prisão preventiva cumpridos, restando 5 foragidos.

Apreensões mais relevantes:
1 veículo de luxo
1 grande quantidade de materiais e equipamentos para a fabricação de placas veiculares falsas;
1 tornozeleira eletrônica;
R$ 10 mil em espécie.

FONTE/CRÉDITOS: Agência Brasil/ PF/ Ministério da Justiça e Segurança Pública
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )