Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

MENU
Logo
Domingo, 19 de setembro de 2021
Publicidade
Publicidade

Internacional

Nova Constituição do Chile aprovada pela "esquerda" acaba com a polícia.

Os "Carabineros" serão substituídos por civís e instituições pautadas nos "Direitos Humanos"

1066
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Asessão da Comissão de Direitos Humanos da Convenção Constituinte no Chile foi prorrogada para além das 18h30 de sexta-feira, horário inicialmente acordado, e durou até a madrugada deste sábado, 28.

O que foi que os constituintes, predominantemente esquerdistas, trabalharam até tão tarde? Os constituintes de esquerda propuseram e conseguiram aprovar a eliminação dos Carabineros¹ como principal órgão de segurança interna do país.

Os integrantes da extrema esquerda "empolgaram-se" e passaram a agregar propostas sobre pontos que não faziam parte do acordo interno, o que prolongou o debate. Uma delas foi substituir a instituição dos Carabineros por outro órgão, que exerce a função policial com base na "doutrina dos direitos humanos" e que será dirigido por civis.

O velho golpe da esquerda

Este foi aprovado por volta das 3 da manhã de sábado, quando vários membros já haviam se desconectado pensando que haveria recesso e votariam mais tarde. Entretanto, o Secretário da Comissão alertou para a inconstitucionalidade da referida proposta.

"Foram aprovados muitos regulamentos que até mesmo o secretário alertou sobre sua inconstitucionalidade, por isso avaliaremos recorrer a eles", disse Felipe Harboe, outro dispositivo convencional do PPD, que informava no Twitter o andamento da votação.

"Acabam de aprovar na comissão de direitos humanos que somos uma potência original, que o segredo do relatório Valech e da Lei de Anistia deve ser revogado; que os ativistas não têm deficiência e foi rejeitada a desqualificação de quem exerce violência. Tudo isso por comissão temporária. É muito fácil ", escreveu ele na rede social.

Histeria esquerdista

Acrescentou que "alguns pretendem quase redigir normas definitivas e criar incapacidades acima da comissão de ética", e que "esta é uma comissão transitória, não tem competência para enviar ninguém, menos para "impor" mudanças institucionais. Isso poderia ser parte do debate substantivo, mas agora não é aplicável ".

Outra questão que também foi proposta, mas que felizmente ainda não prosperou, é que a própria Assembleia Constituinte aprove um perdão geral para os detidos na eclosão social e na violenta insurreição de 2019.

A iniciativa tinha sido abandonada, entre outros motivos, por não ser adequado abordar o assunto naquela instância. Agora o documento com as propostas da Comissão de Direitos Humanos deve ser entregue à Comissão de Regulamentação, que então será votada no Plenário da Convenção.

¹Carabineiros do Chile é a instituição de polícia ostensiva do Chile. É responsável, ainda, por atuar na área de defesa civil naquele país. Foi criada em 27 de abril de 1927, e seu nome deriva dos corpos de cavalaria que portavam uma arma denominada carabina.

Fonte/Créditos: Derecha Diário

Comentários: