Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Marcos Valério diz que administrava caixa clandestino do PT com 100 milhões de reais

Política

Marcos Valério diz que administrava caixa clandestino do PT com 100 milhões de reais

Declarações do publicitário foram dadas em delação à Polícia Federal

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Em sua delação à Polícia Federal (PF), o publicitário Marcos Valério disse que era administrador de um caixa clandestino com R$ 100 milhões que pertencia ao Partido dos Trabalhadores (PT). As informações são da revista Veja.

A delação foi aprovada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Os depoimentos do operador do esquema do mensalão foram filmados.

Ele afirmou que, em 2005, o PT o procurou para que parte do caixa clandestino fosse usado a fim de entregar R$ 6 milhões ao empresário Ronan Maria Pinto, de Santo André.

Ronan chantageava o ex-presidente Lula (PT), com ameaças sobre a exposição de ligações com o PCC e o assassinato do prefeito Celso Daniel (PT), que aconteceu em 2002.

– Eu, simplesmente, tinha muito mais que os seis milhões na mão deles. Eu tinha umas dez vezes mais que isso na mão. Então, pagar os 6 milhões não era o problema – falou o publicitário.

Marcos Valério contou que o pagamento acabou não sendo realizado por envolver o caso Celso Daniel.

– Se eu não tivesse rastreado tudo isso, e não tivesse chegado a essa conclusão, eu teria feito, gente. Por que que eu não ia fazer? Eu tinha mais de 100 milhões deles na mão – disse o publicitário.

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )