Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Política

Justiça proíbe "atentado" contra honra e dignidade de Paulo Freire

Ele é considerado Patrono da Educação Brasileira.

Justiça proíbe
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na noite desta quinta-feira (17), a Justiça Federal do Rio de Janeiro concedeu uma decisão liminar, e proibiu o governo federal de “praticar qualquer ato institucional atentatório a dignidade do professor Paulo Freire”. Ele é considerado Patrono da Educação Brasileira.

A liminar — ou seja, proferida de forma provisória e em caráter de urgência — foi concedida pela juíza Geraldine Vital,  que atendeu um pedido do MNDH (Movimento Nacional de Direitos Humanos).

Na decisão, a magistrada argumentou que a liberdade de expressão “constitui direito fundamental” para a “estrutura democrática do Estado Brasileiro”, mas que ela exige responsabilidade “de cada um pelos abusos que cometer”.

“Quando há abuso de direito pela expressão que ameace a dignidade, tem-se violação capaz de liquidar a finalidade da garantia constitucional, desfigurando-a”, disse a juíza.

FONTE/CRÉDITOS: Terra
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )