Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

MENU
Logo
Quinta, 29 de julho de 2021
Publicidade
Publicidade

Política

Integrantes da CPI da Covid querem viajar para o Paraguai com intuito de investigar negociação

Os senadores abrirão frentes de investigações

151
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Os integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 desejam viajar para o Paraguai a fim de investigar a negociação pela compra da vacina Covaxin. A oposição pretende trabalhar mesmo durante o recesso parlamentar para que a CPI não caia no esquecimento popular.

Renan Calheiros (MDB-AL) e Randolfe Rodrigues (REDE-AP), junto aos membros do G7 da CPI, pretendem viajar ao Paraguai e manter vivo o suposto apoio popular que a comissão alcançou e deverão continuar trabalhando enquanto os colegas estão de folga.

Os senadores abrirão frentes de investigações, uma delas de impacto internacional. Os parlamentares avaliam a possibilidade de aproveitar as duas semanas sem sessões de depoimento para ir até o Paraguai. O objetivo da viagem é aprofundar as apurações e colher dados sobre a Precisa Medicamentos.

Senadores brasileiros e paraguaios, inclusive, já criaram até um canal de troca de informações para tratar do caso. Contudo, por haver diferenças nas suspeitas de irregularidades entre os casos, alguns senadores consideram prudente aguardar o andamento das investigações paraguaias para, só então, ir para o país vizinho. Caso contrário haveria desgaste junto à opinião pública.

Como se já não houvesse esse desgaste...

 

Fonte/Créditos: Terça Livre

Créditos (Imagem de capa): reprodução

Comentários: