Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias COVID-19

Infecção pela COVID gerou imunidade mais eficiente que a oferecida pela vacina

Estudo foi realizado na Califórnia e em Nova York durante o surto da variante Delta

Infecção pela COVID gerou imunidade mais eficiente que a oferecida pela vacina
Reprodução CDC
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Pessoas que já haviam sido infectadas com COVID-19 estavam mais protegidas contra a variante Delta do que aquelas que foram vacinadas diz novo estudo realizado por agentes de saúde da Caliórnia e de Nova York, sugerindo que a imunidade natural era um escudo mais potente do que vacinas contra essa variante.

A proteção contra a Delta foi maior, no entanto, entre as pessoas que foram vacinadas e sobreviveram a uma infecção anterior por COVID e menor entre aquelas que nunca foram infectadas ou vacinadas, segundo o estudo.

Os resultados não se aplicam à variante Omicron do vírus, que agora responde por 99,5% dos casos de COVID-19 nos Estados Unidos.

"As evidências neste relatório não alteram nossas recomendações de vacinação", disse o Dr. Ben Silk do CDC e um dos autores do estudo em uma coletiva de imprensa. “Sabemos que a vacinação ainda é a maneira mais segura de se proteger contra o COVID-19”, disse ele.

Para o estudo , autoridades de saúde da Califórnia e de Nova York coletaram dados de maio a novembro, que incluíam o período em que a variante Delta era dominante, O estudo mostrou que as pessoas que sobreviveram a uma infecção anterior tiveram taxas mais baixas de COVID-19 do que as pessoas que foram vacinadas.

Isso representou uma mudança em relação ao período em que a variante Alpha era dominante, disse Silk no briefing. “Antes da variante Delta, a vacinação COVID-19 resultava em melhor proteção contra uma infecção subsequente do que sobreviver a uma infecção anterior”, disse ele.

No verão e outono de 2021, no entanto, quando a Delta se tornou a iteração circulante predominante do vírus nos Estados Unidos, “sobreviver a uma infecção anterior agora oferecia maior proteção contra a infecção subsequente do que a vacinação”, disse ele.

 

FONTE/CRÉDITOS: Reuters
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )