Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Internacional

Homem de 66 anos é impedido de doar sangue por não dizer se estava grávido

Escocês é doador há quase meio século, mas se negou a preencher formulário que ‘promove inclusividade’

Homem de 66 anos é impedido de doar sangue por não dizer se estava grávido
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O escocês Leslie Sinclair foi impedido de doar sangue depois de se recusar a responder se estava grávido ou não. Quando ele disse à equipe clínica que a pergunta não deveria ser feita a um homem de 60 anos, lhe responderam que, por não seguir o protocolo, a doação de sangue não seria possível.

O impasse ocorreu porque, no início da semana passada, o NHS England (Sistema de Saúde Público da Inglaterra) lançou uma campanha para recrutar mais um milhão de doadores de sangue nos próximos cinco anos. Os potenciais doadores terão de responder se “estão grávidos”, pois “a gravidez nem sempre é visualmente clara”. O objetivo é “promover a inclusão”.

“Sempre há um formulário para preencher — e tudo bem”, disse Sinclair, em entrevista ao jornal Daily Mail. “Eles tendem a perguntar sobre condições médicas ou doenças, e claramente é porque o sangue precisa ser seguro. Desta vez, havia uma pergunta que não havia visto antes: ‘Você está grávida ou esteve nos últimos seis meses?’, que exigia uma resposta sim ou não.”

E continuou. “É um absurdo, deixa-me com raiva”, afirmou o escocês. “Há pessoas vulneráveis esperando por sangue, incluindo crianças, precisando desesperadamente de ajuda. Mas eles tiveram meu sangue negado por causa da obrigação de responder a uma pergunta que não pode ser respondida.”

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )