Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Economia

Governo Bolsonaro até o fim de 2022, vai chegar a 50 aeroportos concedidos à iniciativa privada

Aos investidores internacionais, ministro da Infraestrutura destacou também os avanços no setor portuário

Governo Bolsonaro até o fim de 2022, vai chegar a 50 aeroportos concedidos à iniciativa privada
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Governo Federal deve chegar ao fim de 2022 à marca de 50 terminais aéreos concedidos para a iniciativa privada, após o leilão de 16 aeroportos nos meses que estão por vir, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A informação foi repassada a investidores internacionais na quinta-feira (7) durante as reuniões do quarto dia de roadshow em Nova Iorque (EUA).

“O Governo Federal já leiloou 34 aeroportos. Até o fim de 2022, a previsão é fazer a concessão de mais 16 aeroportos. Ou seja, em três anos, nós teremos feito 50 leilões de aeroportos”, afirmou Tarcísio. 

A meta do Ministério da Infraestrutura é fechar o ano com R$ 100 bilhões contratados e chegar à marca de R$ 260 bilhões previstos em infraestrutura até 2022. A informação é da Gazeta Brasil.

Outro ponto discutido foi o avanço da parceria com a iniciativa privada no setor portuário.

PORTOS – Outro ponto discutido foi o avanço da parceria com a iniciativa privada no setor portuário. “Este é o governo que mais assinou contratos de adesão para terminais privados”, acrescentou o ministro. Desde 2019, 99 contratos de arrendamento de terminais de uso privado (TUPs) foram firmados.

Ainda neste ano deve ser lançado o primeiro edital de desestatização portuária, da Companhia de Docas do Espírito Santo (Codesa), com previsão de R$ 783 milhões em investimentos privados e em fase final de avaliação pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A expectativa é que o leilão ocorra no primeiro semestre de 2022.

Desde 2019, cerca de R$ 74 bilhões já foram contratados para o incremento da logística nacional com as concessões de 34 aeroportos, cinco rodovias, seis ferrovias – entre concessões, renovações e investimento cruzado –, 29 arrendamentos portuários, além de autorizações para terminais de uso privado. 

E os próximos passos já estão programados. Em outubro e novembro, serão realizados leilões de duas estradas federais, incluindo a nova Dutra, e nove arrendamentos portuários. Em 2022, ocorrem as concessões do Porto de Santos, da Ferrogrão e de mais 16 aeroportos, como Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP). 

Desde 2019, cerca de R$ 74 bilhões já foram contratados para o incremento da logística nacional com as concessões de 34 aeroportos, cinco rodovias, seis ferrovias – entre concessões, renovações e investimento cruzado –, 29 arrendamentos portuários, além de autorizações para terminais de uso privado.

Na sexta-feira (8) será o último dia de roadshow em Nova Iorque. A delegação brasileira, formada por Tarcísio, pela secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias do MInfra, Natália Marcassa, pela secretária especial do Programa de Parcerias de Investimento do Ministério da Economia, Martha Sellier, e representantes da Apex, do BNDES e do Ministério das Relações Exteriores vai se reunir com o grupo de investidores da JP Morgan.

FONTE/CRÉDITOS: Gazeta Brasil/ Terra Brasil Notícias
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )