Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

MENU
Logo
Domingo, 13 de junho de 2021
Publicidade
Publicidade

Policial

COVIDÃO: Polícia Federal faz operação no Amazonas.

Lima enfrentaria um julgamento nesta quarta no STJ. Julgamento foi adiado

80
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O governador do Amazonas, Wilson Lima(PSC), é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF), nesta quarta-feira (2), contra desvios de verba da área da saúde. Lima enfrentaria um julgamento nesta quarta no STJ. Julgamento foi adiado.

Ao todo, os agentes cumprem 25 mandados judiciais expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), Corte responsável por julgar ações contra governadores. 

Operação encontrou indícios de favorecimento a empresários no aluguel de complexo hospitalar como hospital de campanha. Empresário Nilton Lins disparou tiros de arma de fogo durante ação da PF.

Os agentes fizeram buscas na casa de Lima, na sede do governo do Amazonas, na Secretaria de Saúde e na casa do secretário estadual de Saúde, Marcellus Campêlo, que não foi encontrado até o momento dessa matéria.

Também houve ações da PF na casa do dono do Hospital Nilton Lins, Nilton Costa Lins Júnior, que foi preso, e no Hospital Nilton Lins. Durante a prisão, o empresário chegou a efetuar disparos com arma de fogo contra os policiais.

Por fim, há, ainda, autorização da Justiça para a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do governador e do secretário de Saúde.

Os mandados de busca e apreensão desta quarta-feira, 19 ao todo, e os de prisão, que somam 6, foram autorizados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Há mandados sendo cumpridos pelos agentes da PF em Manaus e em Porto Alegre (RS).

Foram detidos na operação Sérgio José Silva Chalub, Rafael Garcia da Silveira, Frank Andrey Gomes de Abreu, Carlos Henrique Alecrim John.

Fonte/Créditos: Aliados Brasil Oficial com informações do G1

Créditos (Imagem de capa): polícia federal

Comentários: