Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias COVID-19

Chile aplicará dose de reforço após ver a eficácia da Coronavac diminuir

O Chile é um dos países latino-americanos que mais vacinou com as vacinas COVID-19 fabricadas na China

Chile aplicará dose de reforço após ver a eficácia da Coronavac diminuir
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Chile declarou em 5 de agosto que administrará vacinas de reforço aos cidadãos que receberam a Coronavac da China para aumentar a imunidade. A mudança ocorre depois de descobrir que as doses iniciais perdem alguma eficácia após vários meses.

O Chile é um dos países latino-americanos que mais vacinou com as vacinas fabricadas na China - incluindo a CoronaVac da Sinovac. O país lançou uma campanha de vacinação em massa em fevereiro e já vacinou totalmente mais de 60% de sua população.

“Decidimos iniciar um reforço da vacinação de quem já recebeu as duas doses da vacina da Sinovac”, anunciou o presidente Sebastian Pinera em discurso televisionado nesta quinta-feira.

Apesar de uma vacinação bem-sucedida, o Chile estava lutando contra uma nova onda no primeiro semestre deste ano, com mais de 5.000 novas infecções em média diariamente.

Estudos descobriram que a vacina Sinovac foi 58,5 por cento eficaz na prevenção de doenças sintomáticas entre milhões de chilenos que foram vacinados entre fevereiro e julho, disseram autoridades de saúde chilenas em 3 de agosto.

 

FONTE/CRÉDITOS: the epoch times
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )