Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Economia

Bolsonaro libera R$ 700 milhões para ajudar regiões afetadas por chuvas

Além desse montante, o governo federal já liberou outros valores para atender os municípios afetados

Bolsonaro libera R$ 700 milhões para ajudar regiões afetadas por chuvas
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nesta sexta-feira (31), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), editou uma medida provisória (MP) que libera R$ 700 milhões, para o Ministério da Cidadania para assistência social à população de áreas afetadas pelos temporais dos últimos dias. Os recursos são destinados ao socorro das regiões que sofreram com fortes chuvas nas últimas semanas, em especial Bahia e Minas Gerais. 

“A medida visa o enfrentamento das consequências das fortes chuvas que acometeram diversas regiões do Brasil, principalmente os Estados da Bahia e de Minas Gerais, que deixaram milhares de pessoas desabrigadas ou desalojadas, em decorrência de alagamentos, deslizamentos de terra e danos à infraestrutura local, com interdição de estradas, quedas de pontes e viadutos e interrupção de fornecimento de energia elétrica e água potável”, afirmou a Secretaria-Geral da Presidência em comunicado.

No último dia 12, o Bolsonaro sobrevoou algumas áreas atingidas. Depois de aterrissar, conversou com pessoas da região e deu uma entrevista coletiva para anunciar algumas medidas. No momento, ele está em Santa Catarina, onde passará a virada do ano com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e a filha, Laura, de 11 anos.

Na Bahia, o número de mortos chegou a 25; outras 517 pessoas ficaram feridas e mais de 91 mil estão desabrigadas ou desalojadas. Em Minas, seis pessoas morreram, 2.683 ficaram desabrigadas entre outubro e novembro e outras 11.337, desalojadas.

A MP destina os recursos ao Ministério da Cidadania. Serão R$ 200 milhões para distribuição de alimentos a grupos populacionais tradicionais e específicos; e R$ 500 milhões para a estruturação da rede de serviços do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

“Cabe esclarecer que a abertura do crédito extraordinário em questão não afeta o teto de gastos nem o cumprimento da meta de resultado primário”, pontua a Secretaria-Geral da Presidência.

O governo já liberou outros valores devido à tragédia. O mais significativo foi o de R$ 200 milhões para a reconstrução de estradas federais danificadas pelos temporais. R$ 80 milhões foram destinados ao Nordeste, no caso, a Bahia.

O presidente também enviou uma comitiva de ministros para regiões afetadas e vem anunciando as medidas tomadas pelo governo federal através das redes sociais.

FONTE/CRÉDITOS: Revista Oeste/ Gazeta Brasil/ Aliados Brasil Oficial
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )