Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Política

Arthur Lira rebate Lula: ‘Vem cometendo uns atos falhos o tempo todo’

Petista comparou o presidente da Câmara ao imperador do Japão

Arthur Lira rebate Lula: ‘Vem cometendo uns atos falhos o tempo todo’
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira, 3, que o ex-presidente Lula (PT) “vem cometendo uns atos falhos o tempo todo”. A declaração foi uma reação a uma fala do petista que comparou o deputado ao imperador do Japão.

“Me comparar, dizendo que eu sou poderoso, ao imperador do Japão, ele comete um ato falho da política mundial muito grave. Ele bateu foi no primeiro-ministro do Japão, que é quem tem o poder lá, porque o imperador lá não manda em nada”, disse à imprensa.

“O presidente Lula não tem o que falar sobre o deputado Arthur Lira porque ele não me conhece, nunca conversou comigo, nunca tomou um café, eu nunca bati um papo, nunca tive o prazer ou o desprazer de estar com ele. Então, eu não costumo falar de quem não conheço e emitir juízo sobre pessoas que eu não conversei”, declarou.

Lira também criticou o petista dizendo que ele não pode querer pautar, antes de ser eleito ou não, o que este Congresso vai debater. Lula fez referência à proposta encabeçada pelo presidente da Câmara de instaurar um regime semipresidencialista no Brasil.

O deputado disse defender que o tema seja debatido e ressaltou que, se a proposta eventualmente for aprovada, será implementada em 2030. “Falar de semipresidencialismo como golpe é, no mínimo, desconhecimento ou má informação”, afirmou.

O presidente da Câmara continuou: “Falar de mim sem conhecer é má-fé, me comparar ao imperador do Japão é não conhecer a política mundial, quem manda no Japão é o primeiro-ministro”. “Eu posso até ser comparado a um imperador, mas nunca a um ditador”, disse.

Lira ainda declarou que não tem “projeto de longo prazo, meu mandato como presidente encerra-se em fevereiro do ano que vem, eu tenho a possibilidade de me reeleger juridicamente, constitucionalmente, se vou ser ou não é outra coisa”, afirmou.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )