Aliados Brasil Oficial - Unidos Pelo Brasil!

Notícias Política

Alcolumbre é acusado de trocar favores com chefe do TRE-AP

A pedido do amigo, Alcolumbre combinou com ex-funcionária do TJ-AP a melhor forma de lhe pagar um salário sem que ela precisasse trabalhar

Alcolumbre é acusado de trocar favores com chefe do TRE-AP
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Com informações da revista Veja

Alvo de críticas por protelar a sabatina do advogado André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) está sendo acusado de pagar mesada a uma ex-funcionária do Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-AP) a pedido do atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP).

Em um áudio publicado pelo site da revista Veja mostra Alcolumbre negociando termos de um suposto acordo para que uma mulher recebesse um “salário” de R$ 6 mil sem trabalhar, com direito a férias, 13º e até um carro.

O caso teria ocorrido em 2013. O pedido teria sido feito pelo desembargador Gilberto Pinheiro, que empregou a moça no TJ-AP por dois anos até dispensá-la por motivos não esclarecidos. Pinheiro então teria pedido esse “favor” a Alcolumbre, na época deputado federal.

Em troca, o desembargador contrataria a esposa do parlamentar, Liana Gonçalves de Andrade, com salário equivalente. Procurador por Veja, Gilberto Pinheiro não quis se manifestar.  

Alcolumbre disse, por meio da assessoria de imprensa, desconhecer o assunto. 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )